Cromeu
Roda de sonhos
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

O homem desarmado
 
O homem entrega ao pequeno filho
Uma arma pesada, pronta, carregada
Fala em bom som para o mundo ouvir:
Agora tenho um filho homem... macho.
 
Esse mesmo danado homem, quis o destino
Armado se sentindo forte, temido, invejado...
Quando abordado, não reagiu... avermelhou-se
O que houve: ninguém sabe, ninguém viu.
 
A moto, a arma, o relógio... tudo foi entregue
Sem resistência, levou tremendo chute na bunda
Um trato foi aceito de imediato pelo bambambã
Traumatizado, só dorme com arma no travesseiro.
 
Da sua boca não sai um cochicho de sonhos de paz
Literalmente é completamente descabido de amor
Sua mente é por demais escura, fechada de insanidade
No coração não há espaço para a existência de sonhos.

 
Cromeu
Enviado por Cromeu em 19/03/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras