Cromeu
Roda de sonhos
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

Outra vez o sonho perdido
 
Outra vez o sonho perdido
Todo tempo na auto-estrada
Desesperados pelos maus-tratos
Procuram, enfim, entregar-se a sorte.
 
Distantes maturam o tempo
Nos pensamentos distorcidos
Escondidos da chama voz do povo
Sonham, mas, só veem neles atraso.
 
Ontem sobre a tantas cabeças
A chuva caia com gosto de raiva
Queria, queria acabar com o chão
Não há tempo pior a procura de anjos.
 
Se o tempo zangar-se de vez
Fizer reparos nas cabeças
Impedindo a cada pedida
A dar-se o voto sem a luz da fé
Fingidos amargos despóticos
Nunca chegariam ao poder.

 
Cromeu
Enviado por Cromeu em 06/08/2018
Alterado em 09/09/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras