Cromeu
Roda de sonhos
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

 
A porta em caráter aberta aos ”tomadores” do reino

 
Pronto. Acabou o fogo
Não existe mais fogueira
Agora está tudo dourado
Sentado no trono: o “pérfido”.
 
A porta em caráter aberta aos ”tomadores” do reino
Têm codificado vários convidados, todos hígidos e ilustres
Nenhum “temer”, expressamente, o caminho da Lava Jato
São puros, líricos, extravagantes: como poemas de amor.
 
Nada a comentar, continuarei daqui do meu canto
Curtindo as manhas do Arpoador, correndo nas areias
Tendo a mesma vista, o alto das pedras, de onde observo o mar
Nada silenciará os meus pensamentos: partidos e sagrados.
 
Sem “temer” nada levo nos bolsos
No corpo um short, preso á camiseta
Um mp3 descarregando música brasileira
O descaso não irá me curar dessa maldita ressaca. 

 
Cromeu
Enviado por Cromeu em 31/08/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras