Cromeu
Roda de sonhos
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

O tempo passa e ainda sonho sem parar
 
Amo a ti como um louco
Que só mesmo um louco
Sabe muito como a ti amar
Não tinha nada de interesse                    
Além do amor inanido... uma forte psicose.
 
Tinha diante de mim o céu estrelado
Que queria me contar da tua chegada
Na noite em que perdia o sono, nem sonhava
O amor que vinha bem profundo me atormentava
Deixando a minha cabeça voando sem asas.
 
Não me lembro de um só momento no tempo
Em que esse amor fosse chamado a si ou compreendido
Até mesmo para acalmar o que tinha nos pensamentos
O seu olhar era tão distante que não paria palavras
Estava tão longe que parecia assomado sem vida.
 
Continuo te amando como um louco
Ás vezes, quando lúcido, me pergunta
Se esse amor não é um sonho atrasado
O tempo passa e ainda sonho sem parar
O mesmo sonho vive dentro de mim e me futrica.
 
Quanto tempo ainda, vou ter de suportar esse delírio
A tua alma com certeza nem sabe da existência do meu amor
Tenha um pouco de paciência e me aqueça nesse inverno
Procure dentro do seu coração aquilo que é bom dos meus sonhos
Crie um mundo onde o tempo faça também ser louca para amar.
Cromeu
Enviado por Cromeu em 29/07/2016
Alterado em 29/07/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras